NOTÍCIAS - Especial



Campanha Coração Azul combate tráfico de seres humanos

ABR apoia a iniciativa e participa da apresentação da campanha pela PRF no Mato Grosso


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e diversos parceiros estão desenvolvendo várias ações em alusão à Campanha Mundial de Combate ao Tráfico de Pessoas, a Coração Azul.  E a ABR esteve presente no lançamento da campanha em Mato Grosso, representada pela presidente Margareth Buzetti.

“Coração azul” é uma campanha internacional do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC), que busca conscientizar sobre o problema e inspirar aqueles que detêm poder de decisão a promover as mudanças necessárias para acabar com esse crime.

O UNODC é O guardião da Convenção das Nações Unidas contra o Crime Organizado Transnacional (UNTOC) e dos Protocolos que a integram, o UNODC assiste os Estados membros em seus esforços para implementar o Protocolo relativo à Prevenção, Repressão e Punição do Tráfico de Pessoas .

O Coração Azul

O Coração Azul foi escolhido como o símbolo da campanha por representar a tristeza das vítimas do tráfico de pessoas e lembrar a insensibilidade de quem compra e vende outro ser humano. O uso da cor azul das Nações Unidas também demonstra o compromisso da Organização com a luta contra esse crime que atenta contra a dignidade humana.

Como participar da campanha

É possível participar e apoiar virtualmente a campanha pelo Twitter, Facebook e saber mais sobre o tráfico de pessoas acessando vídeos no YouTube. Ao seguir o Coração Azul no Facebook você poderá mudar sua foto do perfil e ajudar a divulgar a campanha.

Tráfico de pessoas no Brasil

O tráfico interno no Brasil relacionado ao trabalho escravo apresenta uma situação grave, dados da OIT estimam que haja cerca de 40 mil brasileiros realizando trabalhos forçados. São pessoas levadas da zona urbana para trabalhos no campo.

E o nosso país também é receptor de vítimas de tráfico, nesse caso a maioria fica presa nas grandes cidades, como São Paulo, onde são exploradas em oficinas de costuras, trabalhando até 15 horas diárias e morando no mesmo local.

Ainda conforme dados do Relatório Nacional sobre Tráfico de Pessoas do Ministério da Justiça, entre 2005 e 2011, no Brasil foram registrados 1.505 casos de tráfico humano. Porém não são números concretos, pois este é um crime silencioso, e nem sempre descoberto.

Crimes cometidos no tráfico de seres humanos

Durante o processo de tráfico de pessoas, os criminosos cometem uma série de crimes, não só sequestro e exploração.

São eles: homicídio; estupro; atentado violento ao pudor; lenocínio; tortura (psicológica e física); sequestro; sequestro com cárcere privado; corrupção (passiva, concussão, corrupção ativa); formação de quadrilha; lavagem de dinheiro; falsificação, furto ou roubo de documentos; sonegação fiscal; estelionato; frustração de direitos trabalhistas; trabalho escravo ou forçado; redução a condição análoga à de escravo; lesões corporais e maus-tratos.

Dicas para se proteger

A PRF orienta algumas formas de prevenção contra os crimes que atentam contra a dignidade humana: duvidar de propostas de emprego fácil, nunca aceitar caronas de pessoas estranhas, não disponibilizar cópias de documentos pessoais (identidade e passaporte, por exemplo); no caso de realizar viagens, deixar contato e local de onde irá se hospedar com parentes e, sempre que possível, avisar amigos e familiares situações suspeitas, independentemente do tipo e destino da viagem.

Em caso de Tráfico de Pessoas e demais crimes, faça denúncia pelo número 180, Disque 100 ou pelo telefone da PRF 191.



Mercado

Vipal Borrachas cria Central de Assistência Técnica que estreita ainda mais o contato com os clientes reformadores

Acontece

Venda de pneus cresce 11,3% em agosto, mas tem queda de 22% no ano

Mercado

Indústria de implementos melhora previsão de queda das vendas para 2020

Mercado

Índice ABCR sobe 11,2% em agosto


Veja todas as noticias










SERVIÇO DE ATENDIMENTO
Tel: (11) 5095-3840
E-mail: comercial@abr.org.br

LOCALIZAÇÃO
Av. Pavão, 955 Cj 18 - Moema
São Paulo / SP


Copyright 2020 - Todos os direitos reservados
ABR - Associação Brasileira do Segmento de Reforma de Pneus