NOTÍCIAS - Panorama



Estimativas positivas para o agronegócio brasileiro em 2020

Segundo levantamento feito pelo Rabobank são positivas as expectativas do agronegócio brasileiro.


O Agronegócio é um dos setores que mais impulsionam a economia brasileira e que desempenha papel fundamental no segmento de reforma de pneus. Por isso, é muito importante estar atento a todos os movimentos do setor. Nesta matéria, compartilhamos as projeções feitas pelo Rabobank, um dos principais bancos de fomento ao agronegócio!

Soja Brasil

Conforme estimativas do banco, área e produção devem aumentar no Brasil. O país semeará 36,5 milhões de hectares, e deve produzir 121 milhões de toneladas.

Milho

O mercado interno mostrará uma consolidação, com uma utilização maior do cereal em ração e na produção de etanol de milho. Os preços vão se sustentar, os estoques serão menores e a área de plantio sobe para 18,4 milhões de hectares. Estima-se que os preços apurados pelo Cepea no próximo ano ficarão entre R$ 40 e R$ 42 por saca.

Algodão 

Os preços não serão bons como os dos últimos dois anos, mas grandes investidores continuarão plantando. A área semeada, que foi de 1,6 milhão de hectares neste ano, deve recuar para 1,55 milhão no próximo.

Etanol

Os preços do combustível continuarão competitivos na entressafra e no início da próxima safra. Os estoques desta safra terminam no mesmo patamar dos do início dela. Em 2020, as empresas que vão bem, podem melhorar. As que têm desafios, lutam para se manter. Quem tem dinheiro para investir no setor deve focar em tecnologia e na diversificação (biogás, etanol de milho etc.).

Celulose

As empresas chinesas mudam política de estoques e reduzem volume para apenas 30 dias, contra os 90 anteriores. Após queda de preços, o ciclo de alta será bem mais moderado. A tonelada deverá subir dos atuais US$ 450 para US$ 480 no próximo ano.

Leite

Um mercado desafiador para as indústrias neste ano. Foi um período de custo elevado da matéria-prima e de dificuldades de repasse de preço para o consumidor. Em 2020, o preço bruto pago ao produtor se eleva para R$ 1,50 por litro. Os custos do milho, porém, serão um fator de peso para a produção. Já os preços internacionais sobem e as importações serão dificultadas pelo valor do dólar.

Suco de laranja

A safra 2020 deverá ficar entre 270 milhões e 320 milhões de caixas. O valor do suco atingirá US$ 1.600 por tonelada em 2020, acima do US$ 1.500 deste ano. O desafio para as empresas é como repor o consumo perdido abrindo novos mercados. O suco de laranja foi uma das poucas commodities que não conseguiram se beneficiar da expansão chinesa nos últimos 15 anos, segundo Andrés Padilla.

Insumos

Havia uma incerteza quanto à demanda no início do ano. As entregas, porém, vão subir 2% neste ano, para 36,2 milhões de toneladas. Em 2020, as entregas repetem o percentual de variação deste ano e somam 37 milhões.

Fonte: Brasilagro



Acontece

Demanda por transporte rodoviário de cargas no Brasil tem melhora semanal

Acontece

PIB do transporte cai 2,4% no primeiro trimestre de 2020

Acontece

Unique doa ambulância para São Leopoldo

Mercado

Roubos de carga diminuem 17% em 2019


Veja todas as noticias










SERVIÇO DE ATENDIMENTO
Tel: (11) 5095-3840
E-mail: comercial@abr.org.br

LOCALIZAÇÃO
Av. Pavão, 955 Cj 18 - Moema
São Paulo / SP


Copyright 2018 - Todos os direitos reservados
ABR - Associação Brasileira do Segmento de Reforma de Pneus