NOTÍCIAS - Dicas



Etiqueta digital – você tem usado o WhatsApp de forma correta para o trabalho?

Como transformar o WhatsApp em uma ferramenta útil no trabalho, sem quebrar as regras da etiqueta digital.


Por permitir a comunicação rápida e o envio de fotos e vídeo em tempo real, o WhatsApp vem se tornando, a cada dia, uma importante ferramenta de trabalho nas empresas. Segundo um levantamento feito pelo grupo Regus com 44 mil executivos em vários países, o WhatsApp é adotado por 95% dos profissionais, seguido pelo Skype e Facebook Messenger. Mas o uso da ferramenta deve vir acompanhado de alguns cuidados básicos, para que ela se torne uma aliada e não uma inimiga.

 

É o que explica Héber Salles, profissional pós-graduado em mídias sociais e diretor executivo da Nuve, agência digital. “Vejo o WhatsApp como uma ferramenta muito interessante para aproximar a equipe e compartilhar informações, mas há de se ter cuidado. Ela deve ser usada com bom senso e não substitui outras ferramentas como o e-mail e o telefone”, revela.

 

Para ele, o WhatsApp pode ser utilizado como um bom meio para um primeiro contato. “Você precisa falar com uma pessoa e não sabe se ela está disponível naquele momento. Então, uma mensagem pode ser uma boa forma de saber se a pessoa pode atendê-lo ao telefone sem que você a interrompa”, exemplifica.

 

Entretanto, a ferramenta possui algumas limitações que restringem  seu uso. “O WhatsApp não deve ser utilizado para formalizar questões. Para isso, o e-mail ainda é o meio mais indicado”, explica Héber.

 

Ansiedade e desatenção

 

Em um mundo onde somos diariamente bombardeados por informações, o WhatsApp traz outro risco: o do uso desmedido, atrapalhando o gerenciamento de tempo, causando desatenção e aumentando a ansiedade. Aqueles dois “cheks” azuis que revelam que a pessoa já leu a sua mensagem não são a senha para determinar que ela tenha de responder no mesmo segundo. “As pessoas têm que controlar a ansiedade que essas ferramentas podem causar. Muitas vezes, o outro pode ter lido a sua mensagem, mas precisa de algum tempo para responder. Mandar mensagens seguidas é deselegante e causa estresse”, analisa o especialista.

 

Além disso, ficar em reunião checando a todo instante as mensagens do WhatsApp acaba sendo um desrespeito para com os outros participantes.

Já a criação de Grupos de Trabalho no WhatsApp  é encorajada por Héber que acredita que, desse modo, as informações podem ser compartilhadas por todos de forma rápida. “O grupo pode abreviar distâncias e ajudar na rápida tomada de decisões. O recurso de foto e vídeo também pode ser bem utilizado”, finaliza.

 

 

Faça um bom uso da ferramenta

Confira algumas dicas sobre o  que se deve fazer e o que  evitar no uso do WhatsApp:

 

 

Por ser uma ferramenta gratuita, o aplicativo pode ser um bom aliado na redução de custos. Antes de realizar uma ligação, avalie se o tema tratado pode ser discutido por WhatsApp.



Acontece

Recuperação em Investimentos

Mercado

CNT realiza quarta rodada de pesquisa no transporte

Especial

Representando o setor

Mercado

Setor de transporte tem pequena melhora em maio de 2020


Veja todas as noticias










SERVIÇO DE ATENDIMENTO
Tel: (11) 5095-3840
E-mail: comercial@abr.org.br

LOCALIZAÇÃO
Av. Pavão, 955 Cj 18 - Moema
São Paulo / SP


Copyright 2018 - Todos os direitos reservados
ABR - Associação Brasileira do Segmento de Reforma de Pneus