NOTÍCIAS - Dicas



Dez características dos líderes de sucesso

Conheça as características dos líderes de sucesso e saiba como você pode moldar suas habilidades para ter ainda mais êxito em seus negócios.


Seja em uma grande empresa, ou em uma pequena reformadora, muito do sucesso das empresas se dá pela habilidade de liderança de quem as comanda. Afinal, liderar é muito mais do que estar à frente. É saber ouvir, respeitar opiniões, tomar decisões, dar o exemplo.

 

Há quem diga que liderar é uma competência inata. E, sem dúvida, isso tem um fundo de verdade. É só acompanhar um grupo de crianças brincando, e você identificará facilmente aquela que lidera as demais, conduzindo-as nas aventuras e também (ou quase sempre) nas bagunças.

 

E é certo que o garoto ou garota que exerce esta liderança não passou por nenhum curso de administração, MBA ou por sessões de coaching…Mas é claro que isso não quer dizer que liderança não se aprende. Se uma dose de carisma e de liderança natural ajuda, isso não é fundamental.

 

Até porque há inúmeros perfis de liderança:  pode-se liderar pela competência técnica, pelo exemplo, ou por diversas outras características.

 

No entanto, há atitudes que sempre então presentes em líderes de sucesso. É evidente que aqui não há a pretensão de fechar a questão, dizendo que sem tais características o líder está fadado ao fracasso. Longe disso. Os processos humanos são muito complexos para soluções simplistas. Mas, com base em artigos de diversos líderes e consultores, listamos dez princípios que, quase sempre, aparecem naqueles que se destacam no meio corporativo e empresarial. Confira:

 

  1. Ser um líder atuante

Há muito tempo existe uma distinção entre gestor e líder. O que podemos esperar para os próximos anos é que o gestor assuma posições de um líder dentro da empresa. Um gestor não pode ser alguém colocado em uma posição de poder, simplesmente porque ele traz mais dinheiro ou é melhor em delegar, e sim, que estimule sua equipe e traga resultados.

 

  1. Saber ouvir e orientar

Liderar é também, e principalmente, ouvir atentamente as sugestões e questionamentos da equipe para poder analisar as informações e transmitir de forma transparente as melhores orientações em busca dos resultados desejados, não deixando dúvidas sobre os objetivos traçados.

 

  1. Ser inovador e entender sobre as tecnologias

O líder deve buscar, constantemente, novas formas de realizar as tarefas existentes para que permaneçam atrativas e proporcionem maior satisfação durante o trabalho de todos os envolvidos.

Além disso, ele não precisa se tornar especialista em cada nova tecnologia que surge. No entanto, agora que as tecnologias se tornaram uma parte tão crucial de como vivemos e trabalhamos, é essencial compreender quais têm o potencial de beneficiar a equipe e a organização.

 

  1. Ser motivado e resiliente

Ser resistente à frustração e saber persistir nos objetivos e ideais traçados são princípios que acompanham o bom líder.

 

  1. Pedir ajuda e não bancar o “sabe tudo” 

Um bom líder deve também reconhecer o momento de pedir ajuda, admitir quando estiver errado ou mesmo quando não souber algo. Reconhecer suas vulnerabilidades é o que leva à inovação e ao desenvolvimento profissional.

 

  1. Ser flexível

Um bom gerente precisa saber quando deve “apertar” e “soltar” o “nó”. Precisa ser respeitado e não temido. Deve saber lidar com a autoridade que detém, porém, mantendo seu respeito com a equipe. Deve persistir em suas opiniões e estratégias, mas ceder quando perceber que obteve contribuições positivas de seus liderados. É muito mais eficaz contar com a inteligência coletiva de uma equipe do que tomar decisões inadequadas.

 

  1. Ter empatia

Entender sua equipe, seus valores pessoais, dificuldades e trunfos existentes e contribuir para o crescimento de todos.

 

  1. Ser um tomador de decisões

Os líderes são, muitas vezes, creditados com a necessidade de “apagar incêndios”, porém o seu papel deve ser exatamente o oposto. Os gestores devem ser tomadores de decisões e geradores de novas ideias que possam desafiar os negócios.

 

  1. Oferecer feedback

Um bom líder precisa ter discernimento ao dar feedback de forma a contribuir para o desenvolvimento de sua equipe, mas  também deve ser tolerante e humilde para ouvir comentários que nem sempre são agradáveis, porém necessários para o próprio crescimento profissional.

 

  1. Reconhecer os limites pessoais

Um gestor reconhece que os membros da equipe têm o seu próprio espaço. Isso significa respeitar os limites pessoais de cada um e não ser invasivo quanto a sua privacidade, agindo sempre dentro dos princípios da ética. Um líder deve trabalhar no sentido de suprir as expectativas dos seus colaboradores e respeitar os limites que existem entre chefia e subordinado.

 



Especial

Cuidados com carros no inverno precisam ser redobrados

Mercado

CNT divulga Pesquisa de Impacto nos transportes

Pneushow é adiada para março de 2021

Acontece

ABR participa de ação de testagem no Mato Grosso


Veja todas as noticias










SERVIÇO DE ATENDIMENTO
Tel: (11) 5095-3840
E-mail: comercial@abr.org.br

LOCALIZAÇÃO
Av. Pavão, 955 Cj 18 - Moema
São Paulo / SP


Copyright 2018 - Todos os direitos reservados
ABR - Associação Brasileira do Segmento de Reforma de Pneus