NOTÍCIAS - Especial



Segurança em foco!

Aumento de roubo de cargas no País precisa de um basta. Conheça mais sobre este problema que afronta o Brasil


No mês de maio, a Associação Nacional do Transporte de Carga e Logística – NTC divulgou os números do roubo de carga referentes ao ano de 2017. E os índices comprovam o que o mercado já sentia na prática: de 2016 para 2017 houve um aumento de 9,7% no número total de ocorrências. Um índice significativo, principalmente se considerarmos que, de 2015 para 2016, o aumento já havia sido assustador, batendo na casa dos 13%. Números que colocam o País no incômodo primeiro lugar do ranking de roubos de carga na América Latina, com aproximadamente três cargas roubadas por hora, e oitavo em todo o mundo.

Mas apesar de o tema estar mais em foco ultimamente, em especial no Rio de Janeiro e São Paulo, estados onde o crime vem assumindo números alarmantes, as ocorrências estão em crescimento em todo o País há pelo menos duas décadas.

É o que explica o Cel. Paulo Roberto de Souza, assessor de segurança da NTC. “Nestes últimos 20 anos, tivemos 257 assassinatos de trabalhadores do transporte, vítimas do latrocínio, que é o roubo seguido de morte, o que vem gerando prejuízos humanos e econômicos incalculáveis para o setor.”

O assalto a um caminhão carregado de cargas vai muito além do prejuízo material. O motorista que passa por uma situação limite como esta precisa de todo um trabalho de auxílio psicológico para voltar ao trabalho, e, muitas vezes, alguns preferem até mesmo abandonar a profissão.

“Números como os do Estado do Rio de Janeiro, por exemplo, já estão causando a recusa de algumas transportadoras e motoristas de levarem determinados produtos para lá”, revela o Coronel.

Gastos com segurança

É claro que os gastos das transportadoras causados pelos roubos não se limitam aos da ajuda psicológica aos motoristas que passaram por ocorrências. Estimativas afirmam que medidas de segurança, tais como rastreamento, seguros, gerenciamento de risco e escolta, chegam a comprometer aproximadamente 20% do faturamento das transportadoras, o que acaba reduzindo uma margem de lucro já bastante apertada.

O coordenador da comissão de transportes e cascos marítimos do Sindicato das Corretoras de Seguro de São Paulo (SINCOR-SP), Ricardo Labatut, afirma que, para as seguradoras, o crescimento do roubo de cargas traz a inevitável consequência do aumento dos valores cobrados pelas seguradoras. “É evidente que, com o aumento do risco, o seguro amplia seu preço, e este valor acaba sendo repassado para os produtos. Ou seja, em última análise, quem realmente paga a conta é a sociedade”, reitera.

Para Fábio Silva Cunha, diretor de negócios da Datamex, empresa que atende às transportadoras em todo o Brasil e Mercosul, implantando Sistemas de Gestão de Transporte (TMS), Controle de Pneus, Gestão de Frotas e Gestão de Armazéns (WMS) e Aplicativos Móveis para Controle de Coletas e Entregas, um sério problema que contribui para o considerável aumento das ocorrências e do nível de especialização das quadrilhas focadas em roubo de cargas é a legislação branda aplicada a quem pratica tanto os crimes de roubo como de receptação de cargas roubadas, o que tem levado muitos criminosos a migrarem de outros tipos de crimes para o roubo de cargas.

“O Brasil precisa urgentemente de leis mais severas para punir tanto quem rouba quanto os receptadores de cargas roubadas. Esta seria uma ótima medida para ajudar na repressão dessa prática criminosa.”

A análise é compartilhada pelo Cel. Souza, da NTC, que afirma que há dados da Polícia Civil que indicam que o roubo de cargas financia a compra de armas e drogas, sendo a base do crime organizado no País. “A intervenção federal no Rio de Janeiro tem como um dos focos o roubo à carga, mas até agora não vimos um plano ativo do poder público para conter este problema.”

Prevenção e tecnologia

Enquanto o estado não faz a parte que lhe cabe ao garantir a segurança pública, cabe às empresas de transporte investirem em prevenção. Eduardo Araújo, diretor de logística da ABC Cargas, transportadora com sede em São Bernardo do Campo, em São Paulo, comenta que esta é a única saída para, pelo menos, minimizar os prejuízos. “Para nós, só resta investir na prevenção porque a solução mesmo do problema passa por um trabalho de inteligência da polícia. As quadrilhas são altamente especializadas. Para se ter uma ideia, recentemente, tivemos um caminhão roubado e, por meio dos nossos sistemas de monitoramento via satélite, em três horas já havíamos localizado o veículo. Mas quando a polícia chegou ao local, o caminhão já estava totalmente desmontado. A rapidez das quadrilhas é impressionante”, revela.

Mas como não existem soluções de prevenção mágicas, os especialistas consultados são unânimes em apontar algumas medidas essenciais para reduzir o problema. São elas:

– Um bom processo de seleção de colaboradores: ajuda a evitar problemas de facilitação interna e fornecimento de informações privilegiadas para as quadrilhas.

– Programas internos de treinamento e conscientização: dão a visão necessária para que os funcionários da transportadora possam identificar e evitar situações de risco.

– Emprego de rastreadores modernos com tecnologia anti-jamming: as quadrilhas têm utilizado bloqueadores de sinal, os jammers, para interromper tanto a recepção do sinal de posicionamento do satélite como a transmissão de posição e informações para a central via rede de telefonia celular, obrigando as transportadoras a investirem em novas tecnologias, a fim de garantir um maior nível de segurança.

– Consulta de todos os motoristas terceirizados junto a gerenciadoras de risco: consultar antes de contratar para realizar um frete pode contribuir para evitar a contratação de motoristas que apresentem perfil incompatível com os requisitos e normas da empresa e do embarcador, portanto é recomendável.

– Utilização de sistemas de gestão de manutenção de frota: manter a frota com suas manutenções sempre em dia e com pneus em boas condições de rodagem contribui bastante para evitar paradas indesejadas e não programadas no itinerário da viagem, minimizando a exposição do motorista e da carga ao risco de uma ocorrência de roubo.

Além disso, a utilização de sistemas de gestão de manutenção de frotas é essencial. Isso porque, se utilizados corretamente, eles ajudam a evitar panes e paradas não programadas, já que um veículo com as manutenções preventivas e revisões em dia, com pneus em boas condições de rodagem, com documentação em dia e com os checklists pré-viagem feitos, não precisará parar fora dos locais seguros programados, ficando menos expostos à ação das quadrilhas.

“Outro importante aliado no combate aos roubos de cargas é o processo de monitoramento das coletas e entregas através de aplicativos móveis específicos para esta finalidade. Neles, o motorista vai informando à base da transportadora via APP todos os eventos, em tempo real, tais como: saída para coletar, chegada no cliente, aguardando em fila, carregado, saindo para entrega, parada para descanso, entrega com sucesso, e outros. E, no caso de algum evento não acontecer dentro do prazo previsto, a central de apoio da transportadora poderá averiguar a situação, conferindo o rastreador, tentando contato com o motorista e, se necessário, acionando seguro e autoridades policiais”, complementa Fábio da Datamex.

Inteligência artificial

Sempre na busca por novas soluções para melhorar o gerenciamento de cargas e, consequentemente, inibir o roubo, a Cobi, empresa brasileira que atua na gestão de frotas, vem utilizando a inteligência artificial para auxiliar gestores a terem uma operação logística mais eficiente e segura.

A empresa, que foi considerada a melhor startup do mundo pela renomada Universidade de Harvard, oferece um sistema capaz de fornecer, em tempo real, mais de cinco mil informações sobre o veículo. Por meio de inteligência artificial, a empresa monitora e entrega relatórios que avaliam a logística, rastreamento de veículos, roteirização e acompanhamento do modo de condução dos motoristas.

“Estamos desenvolvendo agora um produto totalmente novo que, em tempo real, vai traçar a rota para o motorista, considerando, inclusive, áreas de risco”, complementa Rodrigo Mourad, sócio da Cobi.

A verdade é que, enquanto o problema da violência não for resolvido, resta ao setor trabalhar, com o objetivo de minimizar prejuízos, tanto materiais como em vidas humanas. “Este é um problema de toda a sociedade e não somente do nosso segmento”, finaliza Eduardo Araújo, da ABC cargas.



Dicas

Sete dicas para montar seu perfil no LinkedIn

Faça as escolhas corretas ao montar seu perfil do LinkedIn e aumente a chance de dar uma boa impressão aos seus clientes e contatos.

Mercado

E-social pode acabar

Governo Federal planeja mudar sistema por programa mais simples

Caminhões elétricos já são viáveis?

Na Europa, modelos já ganham mais espaço, mas, no Brasil, qual a previsão da chegada dos novos veículos?

Especial

6 de junho – Dia do reformador de Pneus

Data de celebração é o dia de fundação da ABR que, há 34 anos, iniciava sua trajetória na defesa do setor

Mercado

28ª edição da Autopromotec termina com sucesso na Itália

Feira realizada na Itália é uma das principais do mercado automotivo em todo o mundo.

Curiosidade

Você sabe como é construído um pneu?

Entenda como é passo a passo do processo da construção de um pneu.

Mercado

Os riscos da mistura dos caixas

Misturar o caixa da pessoa física com pessoa jurídica é o primeiro passo para problemas em sua empresa e em sua vida pessoal

Mercado

Pneushow edição 2020 já tem 75% dos estandes vendidos

Feira foi lançada no dia 25 de abril e teve excelente nível de comercialização dos espaços

Dicas

Etiqueta digital – você tem usado o WhatsApp de forma correta para o trabalho?

Como transformar o WhatsApp em uma ferramenta útil no trabalho, sem quebrar as regras da etiqueta digital.

Mercado

Agrishow 2019 tem bons resultados

Negócios na principal feira agrícola do País crescem 6,4% e alcançam R$ 2,9 bilhões. Setor agrícola é importante para o segmento de reforma de pneus.

Mercado

Transporte de cargas aumenta postos de trabalho no trimestre

Segundo dados da CNT, transporte rodoviário de cargas abriu 12,8 mil postos de trabalho no período

Maio Amarelo 2019: no trânsito, o sentido é a vida!

Campanha visa conscientizar a todos sobre a importância de um trânsito mais seguro!

Mercado

Autopromotec trará inovações e inteligência artificial

Evento do mercado de reposição automotivo acontece de 22 a 26 de maio, em Bolonha, na Itália

Dicas

Dicas para ser mais produtivo no trabalho

Conheça alguns hábitos que podem ser mudados em seu dia a dia para se tornar mais produtivo em sua empresa.

Dicas

Networking: fazer bons relacionamentos é essencial para seus negócios

Como ampliar seus contatos e por que isso é tão importante para o desenvolvimento de seu negócio.

Mercado

Tires & Rubber 2019 acontece em Moscou

Mercado russo de pneus tem crescimento acima da média em virtude de investimento do governo

Especial

Abril Marrom é o mês de combate a cegueira

Apesar de boa parte das doenças visuais serem preveníveis e tratáveis, o número de deficientes deve aumentar devido a maus hábitos de saúde e doenças crônicas

Dicas

Dez dicas de linguagem corporal para vender mais

Saiba como fazer da linguagem postural de seu corpo um valioso instrumento para se dar bem nos negócios, observando as dicas para efetivar uma boa venda.

Dicas

Calibrar o pneu corretamente é coisa séria!

Conheça os riscos que a má calibragem do pneu pode oferecer ao produto e a sua segurança!

Especial

Inovação é a chave para a sobrevivência

Em um mundo em constante mudança, buscar continuamente a inovação é fator determinante para o sucesso de empresas e pessoas.

Mercado

Setores de logística e transporte estão preparados para os novos desafios

Tudo sobre a 25ª edição da Intermodal, principal feira do setor de Logística da América do Sul.

Dicas

Dez dicas para cuidar bem de seus pneus

Saiba como agir para que seu pneu dure mais e lhe proporcione total segurança

Mercado

Tyre Technology Expo se encerra com recorde de público e novidades

Principal evento de pneus da Europa aconteceu na Alemanha de 5 a 7 de março

Especial

ABR apoia livro sobre Direção Segura

Projeto Sobrevivência no Trânsito traz dicas para direção mais segura e econômica

Mercado

Bimestre apresenta números positivos na venda de veículos

De janeiro a fevereiro, vendas de caminhões crescem 47,6%, de ônibus 28,3%, e automóveis e comerciais leves, 15%

Mercado

Intermodal acontece de 19 a 21 de março

Evento reconhecido como o principal das Américas em logística, transporte de cargas e comércio exterior será realizado na São Paulo Expo.

Mercado

ABR participa de Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte

Encontro é importante ponto de discussão para políticas públicas voltadas às pequenas e médias empresas.

Mercado

Tyre Technology Expo abre as portas na Alemanha

Principal evento de pneus da Europa entra em sua 19ª edição apresentando novas tecnologias para o setor.

Dicas

Cuidados com os pneus para a viagem de Carnaval

Saiba o que conferir antes de cair na estrada para curtir a folia de momo.

Especial

Ergonomia nos postos de trabalho melhora eficiência

Postos de trabalho ergonômicos são essenciais para melhoria da produtividade e para a saúde do trabalhador.

Curiosidade

Pneu vai muito além da borracha

Saiba quais são as partes que compõem um pneu e do que são fabricadas.

Mercado

A importância do compliance para as organizações

Empresas criam seus Códigos de Conduta para liderar um novo momento no País e no ambiente corporativo

Especial

Sucessão familiar

Muito comum na indústria da reforma, a passagem de bastão de uma geração a outra tem que ser feita com cautela.

Mercado

A importância do setor de reforma de pneus

Entenda porque o setor de reforma é tão importante para a economia, o segmento de transporte e para o meio ambiente.

Mercado

Principais feiras do setor de logística e transporte

Fique por dentro dos eventos mais importantes do mercado em 2019 e programe-se.

Curiosidade

Carros autônomos e com pneus autoinfláveis

Pesquisa de fabricante de pneu aponta o desejo dos consumidores americanos para o carro do futuro.

Notícias

Negócio da China

Feira chinesa bate recorde de público e se credencia como uma das maiores e mais importantes feiras do setor automotivo do mundo.

Mercado

Programa de subsídio ao diesel custou R$ 4,8 bi

Valor ficou abaixo dos R$ 9,5 bilhões previstos no orçamento para subsidiar o diesel. Medida foi adotada para finalizar greve dos caminhoneiros, ocorrida em maio.

Dicas

Férias! Vai viajar? Fique atento aos pneus!

Conferir a pressão, calibrar e realizar o rodízio, balanceamento e alinhamento garantem maior segurança aos motoristas e passageiros.

Mercado

Programa Rota 2030 é sancionado

Nova lei estimula a geração de inovação, por meio da pesquisa e desenvolvimento (P&D), a continuidade da melhoria da sustentabilidade veicular, a evolução da segurança e o aumento da competitividade da indústria automobilística brasileira

Especial

Coquetel de Confraternização 2018 

No dia 13 de dezembro, ABR, ARESP, ARVIP e ASSOBAN realizaram o tradicional coquetel de Final de Ano.

Especial

Pneushow 2018

Principal feira do setor de pneus no Brasil apresenta bons números e empresas expositoras elogiam organização e público presente no evento

Especial

Segurança em foco!

Aumento de roubo de cargas no País precisa de um basta. Conheça mais sobre este problema que afronta o Brasil

Mercado

Pós-venda

Pesquisar assistência técnica é essencial ao comprar equipamentos. Saiba como fazer isso e como as empresas estão preparadas para prestar um pós venda de qualidade para seus clientes











SERVIÇO DE ATENDIMENTO
Tel: (11) 5095-3840
E-mail: comercial@abr.org.br

LOCALIZAÇÃO
Av. Pavão, 955 Cj 18 - Moema
São Paulo / SP


Copyright 2018 - Todos os direitos reservados
ABR - Associação Brasileira do Segmento de Reforma de Pneus